Via Sacra da Rocinha: 25 anos de luta pela cultura da favela

A arte da vida protagonizada na Favela / Foto: Leandro Lima

Na próxima sexta-feira (14/04) a favela da Rocinha sediará a edição comemorativa dos 25 anos da Via Sacra da Rocinha, que acontecerá no Largo do boiadeiro – com horário previsto para começar às 20 horas.

A encenação desse ano abordará questões relacionadas as múltiplas faces do preconceito, reafirmando o diferencial da via sacra organizada pela Cia de Teatro Roça Caçacultura ao longo desses anos, de contextualizar a paixão e morte de Jesus Cristo com temas relevantes da nossa sociedade.

A peça, inspirada no livro “O homem de Nazaré – a Via Sacra de hoje” de José Maria Rodrigues, é um espetáculo realizado na comunidade desde 1992 pelos próprios moradores, que integram elenco, direção (artística e executiva) e produção.

A novidade dessa edição é a estreia de Robson Melo como diretor artístico. Ele que já participou do evento como ator e na equipe de produção, agora assume a responsabilidade de substituir uma direção que esteve a frente da Via Sacra desde a sua primeira apresentação.

A Via Sacra é o principal projeto artístico e cultural da comunidade. É um legado cultural criado pelo favelado que é reconhecido além das fronteiras da Rocinha como Patrimônio Cultural da Cidade. Retornar a via sacra, agora na direção, é entender a importância que isso tem na vida das pessoas que já passaram por esse projeto. Eu volto, não pelo status de direção. Eu volto pra que a chama que foi acesa em 1992 nunca apague. É por essa chama que a renovação da via sacra acontece. (Robson Melo)

O reconhecimento como Patrimônio Cultural Imaterial do Rio de Janeiro em 2015, evidencia a importância da Via Sacra da Rocinha como um dos maiores espetáculos de teatro de rua do Brasil.

SERVIÇO

Evento: 25ª edição da Via Sacra da Rocinha
Data:  14 de abril de 2017, às 20 horas
Local: Largo do Boiadeiro, Rocinha – RJ
Realização: Cia de Teatro Roça Caçacultura
Apoio: Fundação Cesgranrio e Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro
Parceria: TV Tagarela da Rocinha, Centro Cultural Rocinha de Paz, Biblioteca Parque da Rocinha – C4

Esta entrada foi publicada em Artigos. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *